A IAC

A Academia Internacional da Consciência é uma organização sem fins lucrativos dedicada à investigação da consciência.

A IAC está comprometida com a investigação da consciência, da sua capacidade de se manifestar fora-do-corpo físico e vários fenômenos parapsíquicos associados a este. Especial ênfase é colocada sobre a experiência fora-do-corpo e bioenergias, uma vez que estas são consideradas ferramentas-chave de pesquisa para explorar e examinar os aspectos não-físicos da realidade.

Desmistificando esses fenômenos e esclarecendo os equívocos, muitas vezes relacionados a eles, indivíduos podem compreender e desenvolver as suas próprias capacidades parapsíquicas, permitindo-lhes exercer um maior controle sobre suas vidas.

Os cursos ministrados pelos centros educacionais da IAC em todo o mundo oferecem aos participantes uma combinação de informações e treinamento prático que lhes permite compreender e experimentar a vida além do corpo físico. Experiência em primeira mão da realidade não-física trazem uma mudança de paradigma e uma maior compreensão de seu propósito nesta vida.

A IAC emprega uma abordagem cosmoético e universalista na divulgação de seus estudos. Os participantes recebem ferramentas com as quais podem aumentar sua consciência de sua natureza multidimensional. Central para o trabalho é o princípio embasado na frase:

Seja Lúcido.
Questione tudo e todos.
Experimente. Pondere.

A intenção subjacente a todas as atividades de pesquisa e de ensino da IAC é prestar assistência aos interessados ​​em aprofundar seus conhecimentos sobre esses assuntos.

A IAC é constituída por uma equipa de quase 100 pessoas, incluindo 60 professores, todos com vínculo de voluntariado. Estes possuem as mais variadas formações académicas: contabilidade, antropologia, arquitetura, gestão, engenharia ambiental, investigação clínica, consultoria, odontologia, educação, engenharia, empreendedorismo, finanças, design gráfico, informática, medicina, enfermagem, fisioterapia, recursos humanos, engenharia informática e telecomunicações, direito, psicologia, assistência social, para citar alguns.